FUI PROMOVIDO COMO LÍDER! E AGORA? POR ONDE DEVO COMEÇAR?

Esse é um dos grandes medos quando se é promovido para um cargo de gestão dentro de uma empresa. Mas, antes de explicar por que isso acontece, vamos entender como ocorre, geralmente, um upgrade de carreira no mundo corporativo. As empresas contratam pessoas pela sua habilidade intelectual, competências técnicas, conhecimentos baseados em estudos científicos, cursos, certificados e por experiências profissionais anteriormente vividas. Faz sentido?

No entanto, o empregado ao ser contratado, passa por um plano de carreira, onde o seu desempenho e resultados são medidos por suas entregas realizadas e o quanto preparado tecnicamente o profissional está. Como forma de reconhecimento, por tamanha competência do profissional, as empresas elegem “os melhores”, tecnicamente, para assumir cargos em que a unidade de medida não é mais por produto/serviço que você entrega, mas pela capacidade e habilidade de lidar com pessoas e formar grandes times. Vejam como muda o foco! E é essa nova competência e habilidade que você, novo líder, terá que se especializar! É o que chamamos, no mundo do desenvolvimento pessoal, de competências comportamentais. E isso é visto na escola? Ou na faculdade que você passou anos pra concluir? Ou ainda, naquele mestrado ou doutorado renomado nas melhores Universidades do Brasil e do mundo? Se você for de uma área de ciências humanas, por exemplo, é provável que os estudos tentem comprovar, de uma forma científica, o comportamento humano. Caso contrário, sinto informar, mas você não estudará sobre o que está por trás das atitudes das pessoas e nem como lidar com as variações comportamentais de cada um. Se você for da área de ciências exatas como eu, então! Saberá do que estou falando (risos)!

Quando assumimos cargos de liderança, geralmente, não estamos preparados para lidar com os desafios da gestão de pessoas. Isto acontece porque as pessoas não são óbvias como os números ou como os resultados tangíveis de se medir. As pessoas têm necessidades diferentes, competências diferentes, ritmos diferentes, talentos diferentes, anseios diferentes, sonhos diferentes, motivações diferentes, pensamentos diferentes e tudo o mais de diversificado que possa existir para resumir o ser humano.  Então, novo líder, muito mais que assumir um novo cargo de gestão que vai alimentar o seu ego ou vai lhe render um generoso aumento salarial, é ser um apaixonado por pessoas. Sim! Esse é o grande segredo!

Portanto, ao assumir um novo cargo de gestão, primeiramente, certifique-se se você já é um grande líder! Reflita: o que me levou a chegar até aqui? Que competências de liderança eu já tenho e quais eu preciso desenvolver? Faça esse mapa! Vista a camisa da humildade e perceba o caminho que ainda tem a percorrer pela frente e o quanto você tem a aprender com as pessoas a sua volta, com a sua nova equipe. Seja um apaixonado por ouvir, pois essa será sua principal ferramenta de conexão com o outro. Se coloque no lugar das pessoas, gere empatia! Seja um exemplo, as pessoas modelará o que você faz! Seja inspiração, motive até mesmo quando as coisas não estiverem indo tão bem! Dê esperança para àqueles que encontram em você um apoio! Quando se sentir cansado, sobrecarregado, simplesmente pare, observe ao seu redor, converse com a sua equipe, crie momentos de integração! Seja otimista! Veja oportunidades, em vez de crises! Veja soluções e estimule as ideias do seu time! Direcione! Seja um líder visionário, que busca o impossível! Por que não? É impossível, até o dia que alguém provar que é possível sim ir além. Seja um líder extraordinário e inspirador! Mas, para isso, é preciso sair da sua zona de conforto, se autodesenvolver, adicionar aos seus conhecimentos técnicos, os conhecimentos de desenvolvimento humano e agir com o coração.

Por fim, quer saber por onde começar no seu novo papel de líder? Eu sugeriria: não comece pela pilha de processos, de relatórios, de entendimento do negócio ou pelas planilhas que você precisará aprender e gerenciar. Comece conhecendo cada pessoa da sua equipe, em uma espécie de face to face. Observe todos que estão a sua volta, sem julgamentos. E perceba o diferencial que, esse primeiro passo, trará para sua nova carreira.

Se você gostou desse artigo e fez sentido pra você, complemente nos comentários e compartilhe a sua experiência conosco. Um grande abraço, Equipe Plenimax.

Categorias: